segunda-feira, 6 de maio de 2024

Soajo (Arcos de Valdevez)

A aldeia do Soajo está implantada numa das vertentes da Serra da Peneda e é famosa pelo notável conjunto de 24 espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica, usada pelo povo como eira comunitária. Os espigueiros, também designados por canastros, são construções destinadas ao armazenamento das espigas, edificadas em zonas onde o terreno é mais elevado de forma a permitir a secagem do milho e protegendo as mesmas da humidade, dos pássaros, insectos e roedores. No topo, são geralmente rematados por uma cruz, que significa a invocação divina para a protecção dos cereais. 

A aldeia, sobranceira ao Rio Lima, possui um Pelourinho, testemunho do tempo em que esta população serrana foi vila. Sobre três degraus assenta a coluna, em cuja parte superior, sem capitel, aflora uma carta rudemente lavrada. No alto da coluna, insolitamente, existe uma grossa laje de forma triangular. Característico destas serras é o Cão Sabujo, uma raça autóctone que aparece fortemente documentada desde a Idade Média. 








terça-feira, 16 de abril de 2024

Poço das Mantas - Soajo (Arcos de Valdevez)

Junto à vila do Soajo, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, classificado pela UNESCO como Reserva Mundial da Biosfera, uma pequena intervenção humana criou o fantástico Poço das Mantas. A lagoa, de águas cristalinas, tem baixa profundidade, sendo ideal para crianças. Junto ao espaço existe um parque de merendas onde frequentemente aparecem bovinos da raça cachena.  












segunda-feira, 1 de abril de 2024

Sanatório do Seixoso - Borba de Godim (Felgueiras)

A mata do Seixoso, em Borba de Godim, Felgueiras, esconde um edifício fantástico que foi o primeiro Sanatório particular em Portugal, depois Casa de Saúde e mais tarde Estância de Hidroterapia. Na década de 20, as águas da Fonte de Juvêncio foram engarrafadas devido à qualidade mineral das mesmas, tendo sido chamada de "Evian portuguesa". Aqui, entre árvores centenárias e 30 hectares de vegetação luxuriante, esteve hospedada a poetisa e feminista Florbela Espanca. Junto ao Challet encontra-se a "Villa Elisa", onde residiam os proprietários. 

     













Acessos: Chegando à cidade da Lixa, tomar a estrada para Borba de Godim. Depois de passar a Igreja Matriz e a Quinta do Paço de Borba, virar à esquerda para o lugar de Vilar. Prosseguir em direcção à Rua do Seixoso, primeiro por uma estrada asfaltada e depois em paralelos. Quando chegar ao final, apanhar o estradão em terra batida que está em frente (não tenha medo, o caminho está em bom estado pois é usado frequentemente para provas oficiais de rali). No primeiro cruzamento, junto às vinhas, estacionar o automóvel e subir a pé pelo estradão da direita. O sanatório encontra-se a 100 metros deste ponto.


N.B.: Lembre-se que está em propriedade privada, peça autorização para entrar no terreno e fotografar. Existem dois cães de guarda nas traseiras do sanatório. Apesar de estarem presos e parecerem simpáticos, não invada o anexo onde eles se encontram. Não traga nada além de fotos. 

segunda-feira, 18 de março de 2024

Corredor Verde do Rio Leça

A segunda fase do "Corredor Verde do Leça", entre as pontes de Moreira (Maia) e do Carro (Matosinhos), numa extensão de 6,1 km, está prestes a ser concluída. Trata-se de um projecto ambiental e de mobilidade a que está associado a construção de um percurso pedestre e ciclável ao longo das margens do rio, com pontes, passadiços, a ser executado em três fases.