sábado, 18 de setembro de 2021

Praia Fluvial Olhos da Fervença (Cadima) - Cantanhede

Mesmo com a época balnear a terminar, vale a pena lembrar uma das melhores praias fluviais do país: Olhos da Fervença. Nas nascentes da aldeia e com as águas da ribeira da Corujeira, foi construída uma praia fluvial em forma de anfiteatro com pouca profundidade e piso em areia. A maior parte da área é em relvado mas existe um pequeno areal junto da água bem como uma original zona em socalcos. Apesar da água ser fria devido à proximidade das nascentes, o local é uma alternativa às praias atlânticas do concelho de mar revolto e vento de norte, além de possuir parque de merendas, bar, balneários, nadador salvador e parque de estacionamento.







 

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Passadiços Lagoas do Vez (Loureda) - Arcos de Valdevez

Os passadiços das Lagoas do Vez, em Loureda, Arcos de Valdevez, situados em plena Ecovia e que foram inaugurados em Abril deste ano, prometem tornar-se na melhor atracção de turismo de natureza do país. O percurso de cerca de dois quilómetros ao longo da margem direita do rio Vez permite que os visitantes possam descansar junto à água ou mergulhar no Poço das Caldeiras. 

Para chegar a esta praia fluvial vindo na EN 202-2, deixar a viatura junto ao Bar dos Passadiços, entrando imediatamente nos mesmos, ou em alternativa continuar de automóvel pela estrada que surge logo à esquerda até chegar ao parque de estacionamento. Terá depois de enfrentar uma longa escadaria para chegar à água.

Se decidir continuar a explorar a Ecovia do Vez em direcção a norte encontrará a localidade de Sistelo, o "pequeno Tibete português", Paisagem Cultural considerada Monumento Nacional e também o famoso trilho dos passadiços do Sistelo (2 km). 













sexta-feira, 3 de setembro de 2021

Poço Azul (Santa Cruz da Trapa) - São Pedro do Sul

O Poço Azul - que afinal é verde esmeralda - é uma lagoa com dois a três metros de profundidade situado em Santa Cruz da Trapa, São Pedro do Sul. As águas límpidas da ribeira da Landeira, um afluente do rio Vouga, moldaram a pedra e criaram uma piscina natural. Junto às quedas de água existem umas figuras gravadas no granito feitas por um artista local.
O acesso está assinalado e é feito a partir da aldeia de Sobrosa, deixando a viatura num largo e prosseguindo obrigatoriamente a pé cerca de 500 metros por um caminho empedrado. 








 


sábado, 28 de agosto de 2021

Zona Balnear e Lazer das Piscinas da Fraga (São Miguel de Poiares) - Vila Nova de Poiares

A Zona Balnear e Lazer das Piscinas da Fraga, em São Miguel de Poiares (V.N. Poiares), dispõe de seis piscinas naturais com diversas profundidades alimentadas por um ribeiro e dispostas em escadaria. Este fantástico espaço envolvido pela serra possui local de merendas, casas de banho, sombra, bar de apoio e estacionamento livre. A melhor notícia é que este complexo é de entrada gratuita, uma forma de desenvolver o turismo na região interior do centro de Portugal.









sábado, 3 de julho de 2021

Passadiços do Rio Uíma (Santa Maria da Feira)

 O rio Uíma, afluente da margem esquerda do rio Douro, tem sido alvo de uma profunda requalificação ambiental das suas margens, nomeadamente a recuperação da qualidade da água e a promoção da biodiversidade. Está  a ser construído um percurso de 8 quilómetros de extensão que não é mais do que o prolongamento dos passadiços do Parque das Ribeiras do Uíma, em Fiães, aproveitando antigos trilhos e caminhos já existentes, sempre junto às margens do rio com o objectivo de o devolver à população. No futuro, concluídas todas as fases de reabilitação, vai ligar de uma ponta à outra a Ponte da Tabuaça (Sanguedo) ao Parque da Várzea (Pigeiros), com as Caldas de São Jorge no meio do percurso, atravessando o concelho de Santa Maria da Feira.  














domingo, 9 de maio de 2021

Cascata de Rompecias (Santa Eulália) - Vizela












A cascata de Rompecias, zona também conhecida como "Quedas de Água de Requeixos", é daqueles locais que vais visitar com poucas expectativas mas acaba por se tornar numa fantástica surpresa. O ribeiro de Sá precipita-se de uma altura considerável e nas suas margens desenvolve-se um trilho no meio de uma vegetação luxuriante que pode ser percorrido em família ou por praticantes de BTT (bicicleta todo o terreno). Dos inúmeros trilhos que já percorri, este é sem dúvida dos mais limpos pois não vislumbrei qualquer tipo de lixo no caminho.


Acessos: Chegando ao lugar de Requeixos, freguesia de Santa Eulália, pela estrada nacional 207-1, tem dois caminhos possíveis visto o trilho ser praticamente linear. Eu entrei pela Calçada de Rompecias e levei o carro até ao fim da rua visto ser mais fácil de estacionar. Junto à Casa de Rompecias, apanhar o caminho empedrado e seguir a pé. A outra hipótese é entrar pela Calçada de Quintãs que vai dar ao outro extremo do trilho. Em menos de uma hora consegue percorrer o trilho.



quarta-feira, 21 de abril de 2021

Trilho 3G (Três Gerações) - Alvarelhos (Trofa)











O Trilho 3G, junto ao Castro de Alvarelhos, na Trofa, é um projecto que envolveu a família Santos, três gerações que deram literalmente o corpo ao manifesto. Em cima de um antigo caminho cheio de silvas, troncos e pedras, nasceu um percurso com 900 metros de pura adrenalina principalmente destinado a quem pratica BTT (bicicleta todo-o-terreno) mas também aberto a quem quer simplesmente passear, caminhar ou correr. Debaixo da ponte de Paiço existe um mural fotográfico que recorda os viajantes livres e que homenageia as dezenas de voluntários e uma associação desportiva/solidariedade que ajudaram à construção do Trilho Três Gerações. 


Acessos: Chegando ao Castro de Alvarelhos através da N318, seguir a pé pelo caminho florestal muito agradável que se encontra à direita e que vai entroncar nessa mesma estrada nacional. Antes de alcançar a estrada, virar à esquerda (está assinalado com a placa a proibir motos). Aqui começa o trilho em sentido descendente. Para voltar terá que fazer o trilho em sentido ascendente. Se quiser cortar caminho, ao chegar à ponte de Paiço, subir ao patamar superior e tomar a vereda que ladeia os campos da Quinta de Paiço. Mal veja um atalho à esquerda suba cerca de 50 metros e estará muito perto do castro.


Mais informações:

https://www.facebook.com/manuelfernando.costasantos

https://www.facebook.com/groups/896526830523383


N. B.: o meu agradecimento ao Avelino Oliveira Sampaio pelas dicas que forneceu para descobrir o local.