sexta-feira, 5 de junho de 2009

Palácio da Pena (Sintra)



Sonho concretizado de D.Fernando II, a quem chamaram Rei-Artista, homem de visão plurifacetada, amador e coleccionador das artes e admirador da história e cultura portuguesas, o Palácio Nacional da Pena é a expressão arquitectónica dos ideais românticos, numa clara homenagem a um património de diferentes épocas, um espaço multifacetado, que se tornou, e também através das suas colecções, um repositório de épocas, estilos e gostos.
Edificado a cerca de 500 metros de altitude, remonta a 1839, quando o rei consorte D. Fernando II de Saxe Coburgo-Gotha (1816-1885), adquiriu as ruínas do Mosteiro Jerónimo de Nossa Senhora da Pena e iniciou a sua adaptação a palacete. Para dirigir as obras, chamou o Barão de Eschwege, que se inspirou nos palácios da Baviera para construir este notável edifício. O rei consorte adoptou para o palácio formas arquitectónicas e decorativas portuguesas, ao gosto revivalista (neo-gótico, neo-manuelino, neo-islâmico, neo-renascentista) imbuído do espírito Wagneriano dos castelos Schinkel do centro da Europa e na envolvência decidiu fazer um magnífico parque à inglesa, com as mais variadas espécies arbóreas exóticas.
No interior, ainda decorado ao gosto dos reis que aí viveram, destaca-se a capela, onde se pode ver um magnífico retábulo em mármore alabastro atribuído a Nicolau Chanterenne (um dos arquitectos do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa). Merece referência também as pinturas murais em trompe l’oeil e os revestimentos em azulejo.

15 comentários:

Pronúncia disse...

Melhor era impossível!

Uma semana vai é ser pouco tempos para visitar estas coisas todas que sugeriste

Obrigada ;)

Maria Ribeiro disse...

Obrigada, amigo, por todas estas maravilhosas lições de História da Arte. Descobri o seu blog há pouco, mas sinto-me enriquecida de cada vez que o visito.
Abraço de lusibero

forteifeio disse...

Sintra é excepcional.Linda

RedWoman disse...

Obrigada pela música e pela visita ;) também ando a tentar pouco a pouco conhecer Portugal, que como aqui demonstras têm muitos sítios maravilhosos...

Alejandra disse...

Obrigada pela sua visita ao meu blog !!
Vou fazendo novos amigos de Portugal!!
Alejandra de Buenos Aires

Viajante disse...

O sonho de D. Fernando perpetuado diante dos olhos de todos nós.

Sou fã da Pena e de Monserrate.

Abraço

Valentim Coelho disse...

Olá,
este é de facto um dos mais bonitos palácios que eu já vi.
Um abraço

JAVIER ADAN disse...

Obrigado por tu comentario. Muy interesante tu blog, amplio y lleno de buenos videos y fotos. Sintra me encantó y que pena no haber visto tu blog antes para poder apreciar todo lo tiene para ver.
Te enlazo con mi blog.

Esterilização Obrigatória disse...

Qual é o Rafeiro ? esta é uma pergunta que está no nosso blogue para responderes, será que vais assertar.
http://esterilizacao-o.blogspot.com/

Juliana disse...

Cada vez mais gosto do seu blog. Uma verdadeira aula de historia da arte lusitana.
As fotos sao maravilhosas, o lugar, o castelo e todos os detalhes desta grade obra.
A proposito, de vez em quando acompanho as reportagens sobre as maravilhas portuguesas no mundo. Sao heranças grandiosas que voces deixaram no mundo.
Um abraço.

Alex disse...

Que delicia de blog o teu. Uhau!
Parabéns, voltarei com tempo para viajar por aqui.

Laurus nobilis disse...

Só um amante do belo, como o Senhor D. Fernando II, poderia projectar este palácio!

aa disse...

Um texto muito elucidativo sobre o Palácio da Pena... E um palácio que vale a pena visitar...! Parabéns por mais esta bela e excelente postagem informativa.
Boa semana.

AA

Terra de Encanto disse...

Obrigada pela passagem pelo meu recentíssimo Blog, e pelas palavras lá inscritas...
A descoberta do seu, letra a letra, é uma permanente aprendizagem. O Palácio da Pena é um dos sítios mais belos que conheço. Quanta beleza reside na bela Sintra.
Até breve...

Jotas disse...

Fantástico este palácio, alias, tudo o que tem a ver com Sintra, e´ para mim especial.