terça-feira, 9 de junho de 2009

Pêgo da Rainha (Mação)

Foto de Fernando Flores

É na freguesia de Envendos que se situa uma pequena aldeia chamada Zimbreira com apenas 37 habitantes que faz as delícias dos visitantes. A sua queda de água e a pequena lagoa que se forma leva a que seja um dos espaços mais agradáveis para passear e banhos nas tardes quentes do ano. Naquele vale, onde as rochas de quartzo emolduram o local e os acessos são feitos através de estradas de terra batida pouco apetecíveis, os solavancos são desconfortáveis.
Na parte de cima da cascata, à beira do regato e debaixo da sombra fresca oferecida pelos plátanos, estão mesas compridas em madeira. São dos poucos sinais da presença humana. Para se chegar lá, não existem escadas mas rochas esculpidas pelos pés do homem que vão tomando a forma de acesso. A água brota das rochas e pode-se beber.
Já durante o ano de 2002 foram encontrados nas proximidades deste local algumas pinturas atribuídas ao período neolítico.

Como chegar: O melhor acesso rodoviário vindo de Lisboa, do Porto ou do litoral será pela A23, saindo da autoestrada na saída para Envendos. Chegando a Envendos, junto à Igreja, segue-se a placa que diz Zimbreira.

12 comentários:

Sou de um Clube Lutador disse...

Caro Dylan,

Sintra é tão bela de dia, como "assustadora" de noite :))
Estou a brincar, mas as histórias em torno do oculto da noite na serra... são mais que muitas :))
Quanto mais não seja devido ao micro-clima por vezes existente. Em muitos dias de sol... Sintra está coberta de nevoeiro. E isso dá-lhe mistério. Como se fosse um véu a encobrir histórias secretas para não sairem do seu domínio.
Sintra é romântica, é sedutora. Pisca-te o olho e acena-te com um travesseiro em cada mão, convidando-te a explorar as quintas e palácios imponentes, e os seus jardins encantados.
Sintra quer atenção, quer o teu tempo. (a última vez que estive na Regaleira, estava a ver que não conseguia ver tudo naquela tarde).

Quem pensa que vê Sintra num dia... pode pensar,
mas só vê algumas coisas... à pressa.

PS: Em alguns jardins, se olharmos com muita atenção e tivermos alguma sorte, podemos ver unicórnios e fadas a passear.

:)))))))))))))))))))))))

Forte Abraço
..

Sou de um Clube Lutador disse...

Eh pá!
Enganei-me na caixa do comentário.
Sorry!!

Cumps
..

Valentim Coelho disse...

Olá Dylan,
que pequena cascata interessante. Ainda não andei por esses lados.
Cumprimentos

Cirrus disse...

Já lá passei muitas vezes e não sabia da existência deste pequeno retiro. Quem sabe na próxima...

Viagens Lacoste disse...

Mais um belo pedaço do país!

Vagamundos disse...

Lugar imperdível!
Abraço

debbie harry disse...

Bons feriados e/ou fim-de-semana prolongado!

Fada do bosque disse...

Um dos meus sítios favoritos! :)

aa disse...

Pelo que li e pelo que se vê na foto, acho que esses 'desconfortáveis solavancos' são bem recompensados quando se chega a essa interessante cascata...
Mais um pedaço deste nosso belo Portugal para se visitar...
Cumprimentos meus,

AA

Red Woman disse...

É destas aldeias que eu mais gosto, quanto mais pequenas mais bonitas e acolhedoras são :)

Pronúncia disse...

As coisas que tu descobres ;)

Jotas disse...

Espectáculo este local,não conheço mas será mais um a conhecer.
aquele meu plano de passear pela serra de freita ficou sem efeito, um despistezito com o carro e 900€ de arranjo assim o ditaram.
Mas de 1 a 5 de Julho, o meu puto vai participar num torneio de futebol jovem Aveiro Cup(Aveiro, Albergaria e Estarreja). Resolvi ficar em turismo rural com um pessoal amigo,prefiro, escolhi Sever do Vouga pelas belas paisagens que ali se encontram. No regresso divulgarei a aventura, acompanhada de fotos.