sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Praia fluvial do Agroal - Ourém








A praia do Agroal pertence seguramente ao lote das 5 melhores praias fluviais do país devido às características pitorescas do lugar. As águas frias do rio Nabão são conhecidas pelas suas propriedades curativas (bicarbonatadas, sulfatadas e siliciladas) a que orgulhosamente junta o galardão de Bandeira Azul e Qualidade de Ouro (Quercus). O espaço tem Nadador Salvador, estabelecimentos de restauração, parque de merendas e áreas em areia e relva mas que se tornam insuficientes em Agosto, obrigando os visitantes a deitar-se no desconfortável deck de madeira. Esta situação, juntamente com o bloqueio do acesso ao tanque principal pela presença de inúmeras pessoas, pela pouca rede móvel, pela quantidade diminuta de lugares de estacionamento que a equipa de segurança ao serviço do Município recusa controlar, não beliscam a espectacularidade do local.



Acessos: Para quem vem do norte sugiro chegar por Formigais (Ourém) percorrendo o caminho do rio Nabão. Para quem vem do sul recomendo apanhar o IC 9, sair na Carregueira/Fungalvaz (saída 11) e apanhar a antiga estrada para Tomar. Pode também sair em Carregueiros e apanhar essa mesma estrada mas no sentido de Ourém.  Existem placas sinalizadoras a partir da EN 113. 

    

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Praia fluvial de Cardigos (Mação)












Um ano depois dos fogos terem queimado 95% do território de Mação, a praia fluvial de Cardigos continua a ser um oásis no concelho. A transparência das águas da ribeira do Vergancinho dá um ar exótico ao local e grande beleza natural. O uso de materiais da região como o xisto, a criação de inúmeras infraestruturas de apoio como um bar/café, duas piscinas (uma para adultos e outra para crianças), churrasqueiras, parque de merendas, área de relva e areia com chapéus de palha, uma zona para acampar gratuitamente e que possibilita férias «low cost» faz eleger, na minha opinião, este local como a melhor praia fluvial do país!



Acessos: Para quem vem do norte do país basta apanhar o IC8 em direcção a Castelo Branco e antes de Proença-a-Nova tomar a saída número 36 para Cardigos. 
Para quem vem do sul apanhar a A23 em direcção a Castelo Branco e tomar a saída 12 para Mação. Seguir até à sede do concelho pela N244 (28 km) e depois continuar até à localidade de Cardigos. A praia fica a 2km do centro. 

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Real Filatório de Chacim - Macedo de Cavaleiros









Com uma região propícia à plantação de amoreiras devido ao seu micro-clima, o principal alimento do bicho da seda, a localidade de Chacim, no nordeste transmontano, foi protagonista da industrialização em Portugal. Hoje apenas restam as ruínas de uma grande fábrica de seda, o Real Filatório de Chacim, que tinha cerca de dez metros de altura e três andares, chegando a empregar directa ou indirectamente 450 pessoas, edifício situado ao lado do antigo Bairro Operário onde viviam os trabalhadores e aprendizes que testemunha a importância da Sericultura europeia, no século XVIII.

terça-feira, 14 de abril de 2020

Espigueiro de Carrazedo (Bucos) - Cabeceiras de Basto






Os espigueiros, também designados por canastros, são construções destinadas ao armazenamento das espigas edificadas em zonas onde o terreno é mais elevado de forma a permitir a secagem do milho e protegendo as mesmas da humidade, dos pássaros, insectos e roedores. O espigueiro de Carrazedo, datado de 1853, é considerado o maior de Portugal com 29,40 metros de comprimento e com capacidade para 30 carros de milho, mas ainda longe do monstro de granito de Carnota, na Galiza, com os seus impressionantes 37,74 metros. Quando surgem isolados representam a economia e o trabalho individual, quando estão agregados em núcleos na periferia das aldeias representam modos de vida comunitários.

Viagem feita em 2019.
Apelo: respeite todas as determinações e recomendações do Governo, Direção-Geral da Saúde e outras entidades competentes, no contexto do Estado de Emergência em que o país de encontra. Seja um agente de saúde pública.

quarta-feira, 11 de março de 2020

Bustelo da Laje - Cinfães




A aldeia de Bustelo é daqueles locais que por mais viajes não encontras igual. No centro da aldeia surge surpreendentemente uma gigantesca laje de granito que se destaca no meio dos socalcos. Aqui, entre a Serra de Montemuro e o vale do rio Bestança, a pedra transformada em eira é o lugar comunitário onde se partilham tarefas agrícolas sob a vigilância dos tradicionais palheiros e canastros.

#MontanhasMágicas #RotadaÁguaedaPedra 

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Cascata do Poço do Linho (Arões) - Vale de Cambra





A oeste da aldeia de Paraduça, junto à ponte que liga este lugar a Ervedoso, corre furiosamente a Ribeira de Paraduça originando a cascata do Poço de Linho, com cerca de 8 metros de desnível. Diz-se que o nome da cascata provem do facto de antigamente as mulheres lavarem o linho no poço que se forma a jusante da queda de água. Um pouco acima da cascata existem cinco moinhos de rodízio com paredes de granito e telhados de lousa, cada um deles com um único casal de mós alimentados com a mesma levada de água, com origem na Ribeira de Paraduça. 

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Praia da Salema (Vila do Bispo)






Chamam-lhe a Santorini portuguesa juntamente com o Burgau, uma enorme falésia de ruas estreitas cheia de casas pintadas de branco e azul à qual não faltam esplanadas sobre o mar e uma pequena lota. A praia da Salema, situada no extremo do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSAVC), tem um agradável passeio marginal onde se pode admirar as embarcações e respectivas artes de pesca que ocupam o troço central da praia. Nas suas arribas é possível observar pegadas de dinossauros com 140 milhões de anos e no fundo destas águas repousam âncoras, canhões, aviões, navios de vários tipos e de várias épocas como o L`Océan, pertencente à esquadra francesa e que se afundou em 1759.




sábado, 12 de outubro de 2019

Turfeiras da Serra da Freita e da Arada




















As turfeiras da Serra da Freita e Arada são uma espécie de musgo que tem uma enorme capacidade em reter água, habitats de muitas espécies de plantas e animais, lugar extraordinário que conta uma história que começou na Idade do Gelo.

#RotadaPedraedaÁgua #MontanhasMágicas 

domingo, 6 de outubro de 2019

Mariolas da Serra da Arada







As mariolas, também chamadas de "bruxas", são estruturas de pedras sobreposta construídas pelos pastores para a sua orientação e sinalização de caminhos. É comum encontrar este tipo de construções na Serra da Arada e que facilmente podem chegar aos 5 metros de altura, muitas vezes são acompanhadas de cadeiras e abrigos feitos em pedra para proteger os pastores nos dias de intempérie ou os caminheiros aventureiros.



#RotadaÁguaedaPedra #MontanhasMágicas

domingo, 29 de setembro de 2019

Passadiço do rio Tinto - Rio Tinto (Gondomar)









Há um novo passadiço no distrito do Porto que liga o Parque Urbano de Rio Tinto (zona da Levada), concelho de Gondomar, ao Parque Oriental do Porto, em Campanhã. Do Parque Oriental parte um percurso até ao Freixo, na cidade do Porto, local onde o rio Tinto desagua na margem direita do rio Douro. São 6,5 quilómetros pedonáveis e cicláveis aproveitando antigos caminhos rurais que acompanham sempre o rio, finalmente despoluído, graças ao esforço de diversas entidades, acabando com um dos maiores focos de poluição do Grande Porto. 



N. B. : Apesar da reabilitação do rio Tinto e da vegetação em seu redor, o percurso passa junto de duas estações de tratamento de águas residuais (ETAR), onde o cheiro é mais desagradável. Não se aconselha fazer o percurso ao fim do dia, especialmente na zona junto ao bairro do Lagarteiro, Cerco do Porto e Pego Negro. 

sábado, 21 de setembro de 2019

Cascata do ribeiro de Sampaio (Mourilhe) - Cinfães







Nascendo na Serra de Montemuro, o ribeiro de Sampaio desagua no Rio Douro, a escassos metros a montante da Barragem de Carrapatelo. A queda está inserida dentro do espaço do Parque Lazer de Sampaio e Mourilhe, podendo ser alcançada através de um pequeno percurso pedestre em direcção à nascente do ribeiro. A água rompe grandes blocos de granito no meio de um deslumbrante bosque húmido e verde que faz lembrar latitudes tropicais.

#RotadaÁguaedaPedra #MontanhasMágicas