segunda-feira, 11 de maio de 2009

Capela São Pedro de Balsemão (Lamego)


Perto das margens do Rio Balsemão, dentro de uma construção dos séculos XVII-XVIII, esconde-se um verdadeiro tesouro erguido por cristãos afoitos nos tempos em que o Corão era lei. A capela de São Pedro de Balsemão é um monumento tão relevante cientificamente quanto problemática é a sua cronologia e forma original.
Nos últimos cem anos, a historiografia divide-se em duas propostas cronológicas antagónicas: a época visigótica (séculos VI-VII) e a expansão do reino asturiano (séculos IX-X). Até ao momento, não foi possível confirmar qualquer destas sugestões.
De raro valor histórico e arqueológico, o templo, com três naves, possui duas peças do séc. XIV dignas de menção: uma escultura da Senhora do Ó esculpida em pedra de Ançã e o túmulo do Bispo do Porto D. Afonso Pires, esculpido em granito.
Quem lá entra transporta-se facilmente a um mundo distanciado e místico de que mal compreende os símbolos esculpidos nos capitéis ou nas enigmáticas figurações.

13 comentários:

forteifeio disse...

muito interessante. Lá estás tu a dar a conhecer coisas bonitas à gente, e neste caso invulgarmente curiosas.

castela (Portugal Notável) disse...

Esta é uma das igrejas pré-românicas portuguesas (Visigóticas e/ou moçarabes), as outras são: São Gião (Nazaré), São Pedro de Lourosa (Oliveira do Hospital) e São Frutuoso de Montélios (Braga).
Todas notáveis.
Obrigado pelo link, em breve farei o mesmo para o aboutportugal.
Boa semana!

maria disse...

Mesmo pertinho da quinta dos meus avós.Ia-se a pé por caminhos nunca vistos.Tenho o sítio no coração.

Cirrus disse...

Não conheço. Conheço bem a região e as escarpas do Balsemão e Varosa, mas não conheço este monumento. Neste área, ali bem perto, há dois monumentos que considero fabulosos: a ponte de Ucanha e o belíssimo Mosteiro de Salzedas. Além da cidade de Lamego, toda ela um monumento.

Um local a visitar.

Laurus nobilis disse...

Belíssimo! Vou registar, para uma próxima volta por esta zona!

João Menéres disse...

Estive há muitos anos aqui.
Confesso que a imagem já se me tinha diluído na memória.
Por isso, esta postagem é muito oportuna pois despertou-me deste sono em que me encontrava inconscientemente.
Obrigado, DYLAN.

Um abraço.

Viajante disse...

É um dos meus "templos" de eleição nas margens do Douro.

Pena que na foto tenha ficado escondido o túmulo trecentista do D. Afonso Pires, personagem que conheço muito bem ;)

Abraço!

Pronúncia disse...

Mais um achado...

Pulha Garcia disse...

Bonito e interessante. Como sempre.

Valentim Coelho disse...

Deve ser interesante este lugar.
Eu nasci a alguns km. Tenho de passar por lá.

K disse...

Caro Dylan,

não conhecia e gostei imenso do teu espaço... merecia um bom prémio!
Parabéns... passarei a seguir assiduamente...

Ritinha disse...

Simplesmente lindo!

JOSÉ MODESTO disse...

Caro Dylan.
Parabéns por divulgar as nossas maravilhas.
Já conhecia, aliás Lamego faz parte da minha vida de Militar.
2 Anos excelentes de experiência.

Saudações Marítimas
José Modesto