quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Mosteiro Santo António do Varatojo (Torres Vedras)



O Mosteiro de Santo António do Varatojo foi fundado por D. Afonso V em 1470, como cumprimento de uma promessa que o monarca havia feito a Santo António, pedindo auxílio para as campanhas do Norte de África.
Em meados do século XVI, devido possivelmente aos estragos que o terramoto de 1531 havia provocado na estrutura monacal, D. João III mandou refazer e aumentar o espaço dos dormitórios, na mesma época em que foi edificada a enfermaria, bem como a capela-mor do templo, edificada a expensas da rainha D. Catarina
No ano de 1680 instalou-se no Varatojo o Colégio de Missionários Apostólicos, e cerca de 1739 foi acrescentado à zona dos dormitórios um novo piso, para albergar o noviciado do colégio. No entanto, com a extinção das Ordens Religiosas em 1834, a comunidade de franciscanos do mosteiro foi dispersa, e alguns anos mais tarde, em 1845, o edifício monacal foi vendido em hasta pública ao Barão da Torre de Moncorvo. O espaço acabou por voltar para a posse dos frades franciscanos, que compraram o mosteiro ao herdeiro do barão em 1861.
Os religiosos do Varatojo voltaram a perder o mosteiro depois da implantação da República, sendo forçados a abandonar o espaço ainda no ano de 1910. O mosteiro era então transformado em asilo de idosos. A comunidade franciscana só voltou a ocupar o cenóbio em 1928, no ano em que o Governo português entregou o espaço às Missões Franciscanas Portuguesas, mantendo-se na sua posse até hoje.
O espaço do mosteiro apresenta uma estrutura eclética que conseguiu integrar vários modelos diferentes relativos às diversas épocas construtivas, nomeadamente um portal gótico gravado com baixos relevos, e o claustro quatrocentista, o tecto mudéjar da portaria e vários portais manuelinos no espaço claustral, o templo maneirista, vários painéis de azulejo, tanto de gosto maneirista como azulejos de padrão e figurativos de gosto barroco, altares de talha de estilo nacional e uma tela da autoria de Bacarelli, colocada na capela-mor.

Implantando numa encosta, destaca-se o pequeno espaço da cerca conventual, pelo valor botânico da sua frondosa mata. Este convento tem a curiosidade de ainda albergar uma comunidade monástica que produz e vende plantas e remédios naturais. Também vale a pena reparar na gigantesca trepadeira que abraça a quase totalidade do claustro.

12 comentários:

maria disse...

Quanto a mim ,um dos mais bonitos claustros que conheço.

MARIINHA disse...

Olá,

É sempre bom sabermos mais alguma coisa do que temos. Há muitos anos que conheço, de nome,esse Convento, até porque não fica muito longe da minha terra de origem, sou por nascimento uma mulher do Oeste.Mas queres saber, nunca fui lá. E por isso gostei de ver as imagens que aqui colocaste. Parece estar bem conservado. Obrigada mesmo.
Bjks

Liliana disse...

Dylan, mais uma vez, excelente trabalho! Não conhecia este mosteiro. É assim que se vão descobrindo as pérolas deste nosso cantinho.

anamoris disse...

Muito bonito. Adorei o claustro, sou "fanática" por claustros.
Já está na minha lista de visitas, tenho prometido aos meus filhos um passeio a Santa Cruz e à Praia Azul, passo por Torres.
Obrigada Dylan
Bom fim de semana

João Morgado disse...

Mais uma bela descrição de um cantinho de Portugal.
Um abraço

Valentim Coelho disse...

Olá Dylan,
mais um bonito exemplar da arquitectura portuguesa.
Tem um presente no meu blog. Depois passe lá para o ir buscar.
Cumprimentos!

Diaboderoupacurta disse...

Lindo! Adorava visitar!

Parabéns pelo teu blog, era bom que toda a gente tivesse o mesmo orgulho pelo seu país :)

Paulo Noversa disse...

Excelente propósito o do blog

parabéns :)

Pronúncia disse...

Dylan, lá me vou eu repetir... lindo! :)

elvira carvalho disse...

Pois não conhecia nem sequer de nome. Obrigada por essa partilha que nos leva a conhecer melhor Portugal e os seus monumentos. Também que me lembre só passei uma vez por Torres Vedras e nem sequer parei.
Um abraço e boa semana

Viajante disse...

As coisas lindas e desconhecidas (pelo menos para mim) que nos dá a conhecer. Isto é serviço público :)

Abraço!

Torres Vedras Web disse...

O Mosteiro de Santo António é um dos monumentos bastante bonitos que a cidade de torres vedras possui sem dúvida