sexta-feira, 3 de abril de 2009

Mosteiro de Pitões das Júnias (Montalegre)



Mosteiro de Pitões das Júnias ou de Santa Maria de Júnias, fica entalado num vale, por onde corre o rio Campesinho. Não tem data definida para a sua fundação, mas presume-se que se situe no final do século IX, quando eremitas se estabeleceram nesta região, vindo depois a organizarem-se em comunidades.
Durante a Guerra da Restauração da independência portuguesa, depois de 1640, um ataque do exército espanhol à aldeia de Pitões, terminou com um incêndio que deixou o mosteiro em ruínas, com excepção da igreja. O convento viria a ser recuperado e já no século XVIII, há informação que dá conta de obras importantes na zona conventual, todavia com a extinção das ordens religiosas, em 1834, o convento é abandonado e alguns anos depois deflagra um incêndio que apenas deixa a igreja de pé.
Deste pequeno convento, restam as paredes dos principais compartimentos a algumas arcadas do claustro, a igreja tem ainda o telhado, mas apresenta um aspecto de abandono, apesar de já terem sido feitas obras pela Direcção Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais.
Chega-se ao mosteiro por um caminho de pé posto, a partir do cemitério de Pitões.

13 comentários:

maria disse...

Como sempre, a surpresa espera-nos neste principio do mundo que é nosso.

E cá temos o granito que resite e o românico "pobrezinho" que encanta.Interessante o acrescento,o frontão campanário da fachada.Foram-se os sinos.Pena,muita pena...

ARF disse...

Eu diria que estou impressionado com tamanha dedicação!

Farei uma postagem em relação ao seu blog e com gosto o adicionarei como blog de eleição.

Os meus sinceros Parabéns.

forteifeio disse...

Estive lá em Agosto e não vi o mosteiro.
Nem acredito.Tu dás com tudo.

Viajante disse...

Pitões das Júnias, um dos lugares mais fantásticos da Lusitânia...

Abraço!

divagacoesaoluar disse...

Parabéns pelo seu blogue! Está muito bom mesmo, vai servir de "cábula" para muitos passeios.

Pronúncia disse...

Também já estive em Pitões das Júnias. Uma visita muito rápida, mas que gostei e me deu vontade de voltar. E agora ainda mais, porque não vi o mosteiro!

Passa lá no meu blogue, tens lá um mimo para ti!...

Continua o excelente trabalho...

Sandra Rocha disse...

É sempre bom ver blogues onde mostra o nosso lindo país.
Também tenho uma fotorteportagem deste belo lugar.
Beijos e uma boa páscoa.

Jotas disse...

Lá está, foi exactamente por aí que comecei a minha aventura pelo Gerês e Peneda, o Mosteiro, apesar de algo degradado é fantástico.

Méon, disse...

Somos ricos, deixamos séculos de História ao abandono...
Para quê?
Um ricalhaço bimbo chamado Joe Berardo transformou uma quinta muito bonita perto do Bombarral (Quinta dosLouridos),numa "mostra" de arte oriental. Só visto. Toneladas de bonecos importados directamente da Ásia, a "apelar ao sentido da meditação", etc e tal. Uma chasqueirice do catano!
Ora pergunto eu: aquela besta que não sabe o que fazer ao dinheiro não podia usá-lo na recuperação do nosso património tão degradado? Os poderes públicos não poderiam ter feito alguma coisa? Depois dizem que estamos endividados...
A importar tralha daquela...

País da treta!

Continua a mostrar estas coisas, amigo!
Mais um "obrigado"!

RedWoman disse...

Pena que um lugar tão belo como este esteja ao abandono, em Portugal infelizmente não há investimento na cultura e na preservação do património, qualquer dia somos um país sem História que não se lembra das suas raízes.

Laurus nobilis disse...

Acabei de chegar desta região... depois mostro no Milhas Náuticas!

rl disse...

Estive aqui a acampar em 1999, lugar espectacular, saído do nada! Belo blog...lá vai para a minha listagem!

aa disse...

Um belo local que já tive o privilégio de visitar...:) Pitões da Júnias é uma aldeia muito interessante...