terça-feira, 3 de março de 2009

Serra do Caramulo (Tondela)


Fronteira natural entre as Beiras Litoral e Alta, a Serra do Caramulo tem muito para oferecer a quem se queira aventurar por estas serranias, onde se impõem os amontoados graníticos. Prados, bosques e cursos de água cristalina completam o cenário desta relíquia da natureza. Desde o cimo da serra avistam-se paisagens deslumbrantes e descobrem-se recantos escondidos, que devem ser preservados.
Contrastando com o triste cenário de muitos rios portugueses, ainda é possível encontrar cursos de águas revoltas e cristalinas que deslizam pelas encostas da serra. Rios como o Couto, o Alfusqueiro e o Alcofra permitem a sobrevivência de espécies de habitats ribeirinhos como a lontra, o melro-de-água e a toupeira-de-água.
Ao longo dos vales encontramos magníficos bosques de carvalhos, castanheiros e vidoeiros.
Uma pitoresca estrada leva-nos ao alto do Caramulinho, com 1075 metros, de onde se avistam as serras da Estrela, da Lapa e do Montemuro, a Ria de Aveiro e até o mar.

3 comentários:

Ianita disse...

Tondela só me faz lembrar uma coisa: vómito! :) tantas vezes que vomitei nesta serra... ui!

Kisses

Anónimo disse...

Nao fosses la... Tondela nao te chamou... e ja sabes para a proxima ficas em casa... bj

桂綸鎂Diana disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.