sábado, 6 de fevereiro de 2016

Entrudo do Pai Velho - Lindoso (Ponte da Barca)



A celebração do enterro do Pai Velho está directamente ligada à dos Reis. Enquanto no dia 5 de Janeiro os homens iam a cada casa cantar as Janeiras, no dia 6 realizava-se o peditório para o Carnaval que consistia em dádivas alimentares. Quem recusava participar era alvo de sanções sociais expressas no roubo ritual de alguns dos haveres da casa e do campo.
Entre os Reis e o Carnaval tinha lugar a chamada ceia de Carnaval em que se organizava as festas carnavalescas. Os cortejos são feitos nos lugares de Castelo e Parada, competindo entre si, nomeadamente na disputa para se ter o carro de bois mais exuberante e vistoso, feito pelos homens à base de elementos vegetais (palha, flores, ervas, cedro).
Esta celebração representa a despedida do Inverno - o enterro do Pai Velho, a queima do boneco de palha e a leitura do seu testamento - e a  chegada da Primavera. "No carro das ervas está  a chegar a Primavera, no carro do Pai Velho está a ir-se embora o Inverno. Adeus Pai Velho - eras um bom Pai".

Sem comentários: