segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Rio de Onor (Bragança)



Rio de Onor fica num vale luxuriante, com soutos verdejantes, recoberto de culturas hortícolas, em contraste óbvio com a aridez dos grandes planaltos circundantes, onde predominam os matos pobres abrangendo uma área considerável, in­cluída no perímetro do Parque Natural de Montesinho e protegida pelas imponentes Serras de Montesinho (a poente), Sanábria (a norte) e Guadramil (a nascente).

As habitações perfilam-se ao longo de duas ruas paralelas, de cada um dos lados do rio de Onor. Com as suas típicas casas de xisto, de pare­des escuras, sem reboco e de aparelho mi­údo, as aldeias desta freguesia preservam um carácter arcaico e rústico, “casando” perfeitamente com a belíssima paisagem natural. Rio de Onor é um caso emblemá­tico, reforçado pela sua posição fronteiriça, com a homónima espanhola – Rihonor de Castilla – ali à distância de uns passos, separada apenas pelo rio (que não chega a ser obstáculo, pois é vencido por esplên­dida ponte medieval de alvenaria e múlti­plos arcos). A do lado espanhol chama-se Rihonor de Arriba ou Rihonor de Castilla, a do lado português Rionor de Abajo ou, oficialmente, Rio de Onor. Os habitantes chamam-lhe simplesmente al lugar, quando se exprimem no seu dialecto próprio - uma das muitas características ímpares da aldeia. O Rionorês é um dialecto muito antigo, baseado na velha língua leonesa, hoje fortemente influenciado pelas línguas ibéricas modernas e não muito diferente do guadramilês, praticamente esquecido, que era falado na aldeia vizinha.


Apesar dos documentos mais antigos que referem Rio de Onor datarem do tempo de Afonso III, presume-se a sua origem muito mais antiga, anterior à fundação da nacionalidade, tendo a aldeia sido cortada em duas quando se definiram fronteiras na região. A estreita relação existente entre os dois núcleos da aldeia - impensável no caso de povoações separadas, para mais pertencentes a reinos distintos e rivais - parece confirmar esta tese. Houve em Trás-os-Montes outras aldeias cortadas pela linha divisória dos dois países, mas apenas Rio de Onor chegou, assim, aos nossos dias. As tradições comunitárias ainda se conservam vivas, sob a forma da posse colectiva de alguns bens - os campos, os moinhos, os rebanhos - e pelo modo de administração rural, levada a cabo por dois mordomos, designados pelo conselho, assembleia que reúne representantes de todas as famílias, os vizinhos. Outrora os mordomos eram eleitos, mas actualmente existe um esquema de rotação cíclica, de modo a que todos possam exercer as funções. De salientar que a organização social da aldeia portuguesa se conservou mais ao jeito tradicional do que a da sua gémea castelhana.

16 comentários:

Isa GT disse...

Um lugar onde já estive há muitos anos.:-)

Sandra Rocha disse...

Adorei :)
Beijinhos.

Cirrus disse...

Ah! O meu Portugal preferido!!!

:D

aa disse...

Rio de Onor é uma daquelas aldeias 'obrigatórias' que deveria fazer parte do roteiro de qualquer português... e espanhol:)
Um bem haja por tão bem divulgar estes nossos (en)cantos e recantos...
Boa semana.
Cmc's
AA

Laurus nobilis disse...

Eis uma terra a não perder!

Elena disse...

Me ha gustado inmenso. Y la frase hay que conocer Portugal para amarla es muy real y se puede aplicar a cualquier país, siempre que te mueva el interes por conocerlo. Un abrazo.

Pronúncia disse...

Mais um sítio para conhecer com olhos de ver... mas só quando estiver menos frio!

(Começo a suspeitar que uma vida não chega só para conhecer os sítios que aqui mostras) :)

Anónimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!

Sara non c'e disse...

Fico maravilhada quando ouço falar de terras que já o eram assim tal e qual quando ainda nem eramos um país!
Posso pedir um 'disco'? :P em Maio planeio ir a Évora, nunca fui e deve ser um sítio com muita história. Se e quando puderes, gostaria de ler aqui um post sobre a cidade :-)

Anónimo disse...

Es un lugar mágico...

SergioC

Maria Ribeiro disse...

Não conheço, meu amigo. Mas pelo teu texto, até parece que já lá estive! Mais uma vez, obrigada pelo teu empenho em dar a conhecer o país que temos, que é tão lindo e com tradições que nenhum outro país tem! Cada vez gosto mais do meu PORTUGAL!
Beijo de lusibero

Jotas disse...

Grande Dylan, de facto devo um pedido de desculpas pela minha ausência e até por um certo apagamento do alma gémea, o qual está de regresso, mas mais lento, até porque tenho andado algo arredado das minhas passeatas e fotos que em breve retomarei.
O teu espaço continua fantástico, dinâmico e o curioso da situação, é que eu tinha ideia que já conhecia muito do nosso magnífico país, mas tens me dado aqui a conhecer locais fantásticos que não conhecia.
Um grande abraço.

Galo disse...

Felizmente que ainda vão sobrando uns recantos encantados, no Portugal "evoluído" da Europa.

isabel tiago disse...

Bom dia

Já há um tempito que não vinha aqui fazer uma visita e hoje foi o tal dia, talvez a disponibilidade não seja a mesma que tinha há uns tempos mas mesmo assim vou aproveitando para actualizar essas visitas.
Gostei ddas últimas postagens que fez, as de Natal estão lindas. Sortudas as crianças que tiveram oportunidade de ver esses locais pessoalmente e também dos adultos, porque cá no nosso
intimo somos sempre crianças.
Gostei da informação sobre Rio de Onor terra que não tenho o prazer de conhecer mas esse dia há-de chegar.
Valha-nos estas abordagens que vão surgindo nos blogs, ao gosto dos próprios mas que agradam a quem os vê.
Tenha um bom fom de semana.

Isabel Tiago

Valentim Coelho disse...

um lugar bem bonito que eu ja tive oportunidade de visitae diversas vezes,
cumprimentos

Gérry MCcánn Operación Task Máfia Organizada disse...

McCann Unravels. "Los MCcánn nó són víctimas són verdúgos"

"ENCUBRIENDO EL MALTRATO INFANTIL ABUSOS SEXUALES Y ASESINATO en primer grado" "UN SPSICÓPATA"
Gerry MCcann es pederásta y no le ímporta que sea niño o niña lo que les interesan a los pederastas es su infáncia. LA JUSTICIA CUMPLE SE REHABRE EL CASO . SOS: EL RESCATE, DE MADELEINE (MCCANN) LA NIÑA “INGLESA” RAPTADA EN (PORTUGAL)
"AQUI HAY TONGO"
Madeleine MCcann el gobierno portugues y ministro de justicia mas fiscal y el juez toman una alternativa para los "Mccann" no hay cadaver no hay juicio.El juicio de "Marta Del Castillo" no hay cadaver pero se hace justicia......................
Madeleine MCcann En la primera anestesia la niña se despertó cuando se encontró al padre abusando de ella fue golpeada salvajemente por el propio padre al darse cuenta que no era bien recibido y volvió a ser anestesiada de hay la sangre de la niña de los golpes recibidos recordando en todo momento que estaba bajo los efectos del alcohol de hay el ataque cardíaco. Cadena perpetua para Un Pederasta y pedofilo Fueron los padres los asesinos mas torturaban a la niña. Los McCann y sus siete amigos cenaban cada noche durante sus vacaciones en Portugal, incluida aquélla en la que desapareció Madeleine, aseguraron que éstos bebían entre 10 y 12 botellas de vino, a las que precedían cervezas y cócteles durante el aperitivo mas lo que tomaban durante las comidas . kate y Gerri de profesión médicos anestesiaban a Madeleine puesto que lloraba 18 horas al día con mucha regularidad porque tenían en casa a su maltratador era ese el motivo de su llanto y se combirtio en un suplicio o martirio para el matrimonio causa del asesinato premeditado en primer grado aquí no podía haber ningún accidente por exceso de anestesia puesto que los dos son médicos .Estos asesinaron a su hija con premeditación .Los Mccann tenían deudas de tres mensualidades de su hipoteca de tres mil euros mensuales y las cuentas al rojo y se tomaron unas vacaciones veraniegas mas 40 días sin pagar nada por sentirse el director del hotel responsable de la desaparición de Madeleine total unas vacaciones a lo grande y todo a costas del asesinato premeditado en primer grado. No hay ningún retrato robot que valga basta, basta, de tanta comedia la falsa del retrato robot inventado por Remenber de Rokley portavoz del gobierno Británico y periodista que costo un millón y medio de Euros que tubieron que pagarles los Mccann por limpiar el nombre. La verdad de Madeleine MCcann DIRÉ PARA MI PESAR QUE BÚSCO DE ÉSTE MÚNDO LA HÓNRADEZ Y DIRÉ QUE ÉSTE COMUNICÁDO ESTÁ YÁ EN PUBLICACIÓN DE MÁS DE 1800 BLOGG DISTRIBUIDO POR LA CIUDAD DE ALGÁRVE Y PORTUAL ES DE HÓNRADEZ LO QUE ESTOY PUBLICÁNDO CON EL BLÓGG MÁS ANTÍGUOS QUE HOS MANDÉ EN SU TIEMPO MUCHAS GENTES SE QUEDARÓN EN PÁRO EN ALGARVE Y PERDIDAS DE TURÍSMOS POR CÚLPA DE LOS MCCANNES ARROGÁNTES PREPOTENTES GENTÚZAS SÍN ESCRÚPULOS AMBICÍOSOS PEDERÁSTA Y ASESÍNO CASO MADELEINE MCCÁNN...SÍ MADELEINE MCCANN ESTÁ VIVA PERO EN NUESTROS CORAZÓNES.PORTUGÁL TERRA DE TRABALLADORES Y EMIGRÁNTES QUE SÓN LOS QUE LA HÁN LEVÁNTADO.Cuando se descubra la verdad se recuperara el turismo y la alegria de algarve recuperacion de empleos y la normalidad con el mundo.Está la reputación de portugal en jaque. "El último gríto de Madeléine MCcánn"
En vez de mistério tuvo más de círco y todo para tapar un asesinato que un niño no lo pasaria
desapercibido, lo demás de rísa por no llorár... Quisiéron hacérles al múndo un labádo de cerébro con retratos robot y comedias con el porta voz al frente.
Caso Madeleine McCann - Operación Task...
Es una manipulacion de ciertos jornaleros implicados con los MCcanes y remenber para segir estafando y sacando fondos Estamostodosaqui...Estamos hante una Máfia Órganizada ...